segunda-feira, 23 de março de 2015

Nextant 400XTi vem a Belo Horizonte

Jato Nextant 400XTi vem a Belo Horizonte para uma série de voos de demonstração no Aeroporto da Pampulha - O maior tour de vendas pela América Latina está  levando o jato 400 XTi para voos de demonstração na Guatemala, Panamá, Peru e Brasil

A Nextant Aerospace traz ao Brasil pela primeira vez o jato executivo Nextant 400XTi. Entre os dias 17 e 25 de março, a aeronave considerada como a mais versátil na categoria, estará percorrendo diversas cidades, de Porto Alegre a Fortaleza, para ser apresentado ao mercado brasileiro. Hoje, dia 23 de março, estará em Belo Horizonte durante todo o dia, no Aeroporto da Pampulha (Hangar ADE) e potenciais clientes serão convidados para exposição estática e voos de demonstração.

O Nextant 400XTi é o único jato executivo refabricado no mundo e foi  incluído na listagem dos melhores jatos leves do mercado na publicação Barron´s Finest Five no fim do ano passado. O Nextant 400XTi começou a ser produzido há dois anos e, em todo o mundo, já existem 45 aeronaves entregues em oito países, em breve a empresa vai lançar o e o Nextant G90XT turboprop. No ano passado, a Nextant, através da GFM Aviation, firmou um acordo com a AERIE AVIAÇÃO EXECUTIVA para entrar no mercado brasileiro. Ao mesmo tempo, anunciou o primeiro centro de serviços, apoio ao cliente e manutenção nomeando a Japi Aeronaves, situada no Aeroporto de Jundiaí, SP (SBJD).



O modelo é completamente remanufaturado nos Estados Unidos, sendo capaz de voar de Porto Alegre a Fortaleza sem escalas e com um custo de aquisição até 50% mais baixo que os concorrentes novos, de mesmo alcance e tamanho de cabine. E ainda, o Nextant 400XTi oferece o menor custo operacional por hora, por km ou por assento da categoria.

“O Nextant 400XTi é um produto com identificação própria no Bluebook, como modelo novo. Apresenta um moderno conceito de refabricação, cujo processo utiliza o robusto conjunto de célula (fuselagem) de um Beechjet 400A ou Hawker 400XP, que não tem tempo limite de uso, e atualiza mais de 80% dos demais componentes, que são novos ou zero hora”, disse Cássio Polli, diretor da Aerie Aviação Executiva. Ao todo, na fábrica da Nextant Aerospace, em Cleveland (Ohio), são mais de 6 mil horas/homem de trabalho para que fique pronto um novo Nextant 400XTi.






Os motores P&W JT15D-5 são substituídos pelos modernos e eficientes WILLIAMS FJ44-3AP, novos, “zero de caixa”. O antigo painel é substituído pela atual e consagrada suíte de aviônicos Rockwell Collins PRO LINE 21, com 4 telas de LCD. A aeronave ganha pintura e interior completamente novos, com 3 opções de lay-out a escolha do comprador. Um dos diferenciais está no interior com sete lugares, incluindo um triplo divã, usado também como sofá, assoalho plano e novo revestimento termo-acústico torna o Nextant 400XTi até 50% mais silencioso, além de aumentar o espaço interno inclusive do toalete, garantindo mais conforto aos passageiros.

A refabricação inclui ainda melhorias aerodinâmicas e incorporação de winglets nas pontas de asas, resultando em custo operacional até 40% menor que os concorrentes diretos. Tudo isso com suporte no Brasil, treinamento e garantia de fábrica. As pessoas interessadas em saber mais sobre o Nextant 400XTi ou em acompanhar os voos de demonstração podem solicitar mais informações pelo telefone (11) 94713-9105 ou por e-mail 400xti@aerie.com.br

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Cruzex Flight 2013, Força Aérea Brasileira, BANT (Roberto Caiafa)


























sábado, 17 de janeiro de 2015

T&D voa o AMX da Aeronautica Militare Italiana (AMI)

http://tecnodefesa.com.br/tecnologia-defesa-realiza-cobertura-especial-na-italia/

AMX AMI

REVO com 767

Kaiser David Konrad a esquerda
Na linha de voo!


quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Batalhão de Operações Aéreas (BOA) - Arcanjo completa oito anos!

Batalhão de Operações Aéreas (BOA)
Voando para Salvar!










O Batalhão de Operações Aéreas (BOA), do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), celebrou oito anos de criação na última quarta quarta-feira (17), no hangar do aeroporto da Pampulha. Unidade de aviação do CBMMG responsável pela utilização de aviões e helicópteros, o BOA, desde o início das operações em 2006, já resgatou 3.415 pessoas ao longo de 5.100 horas de voo. O efetivo do batalhão conta com cinquenta bombeiros militares e 16 médicos e enfermeiros do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu-BH) atuando em conjunto para salvamentos e resgates de vítimas mais graves. A frota atual é composta por dois helicópteros Helibras Esquilo HB 350 B2, com capacidade para seis pessoas, um avião Cessnna Centurion II 210 (seis pessoas) e o recém-adquirido helicóptero modelo EC-145 (também da Helibras) com capacidade para nove pessoas, único no Brasil configurado para a realização de missões aeromédicas e voo por instrumentos, empregado na aviação de segurança pública.

Vítimas agradecem aos Bombeiros.

Uma das vítimas socorridas pelos helicópteros do BOA é Vítor Amaral, 32 anos, que sofreu um acidente no dia 19 de setembro de 2009, quando fazia trilha de moto, em Nova Lima. Ele caiu num buraco e quebrou as duas pernas. O rapaz usou seu celular para discar 193 e sete minutos depois desse esse telefonema o Arcanjo o localizou. Após longa fisioterapia e recuperação, ele resolveu agradecer à equipe de bombeiros que lhe socorreu. Outra vítima é Rafael Barreto, de 22 anos, que caiu de bicicleta na mesma trilha em Nova Lima, sofreu traumatismo craniano grave e ficou inconsciente. Está em tratamento no hospital Sarah Kubitschek, recuperando os movimentos gradualmente, mas mesmo com todas as dificuldades de locomoção, compareceu a cerimônia para homenagear seus salvadores.











Autoridades e homenagens

A solenidade contou com a presença do coronel BM Cleberson Santos, sub-chefe do Estado Maior do CBMMG (representando o comandante-geral), do atual comandante do BOA, tenente-coronel BM Cláudio Roberto, oficiais, graduados, cabos e soldados, familiares, representantes da Secretaria de Segurança Pública, da Secretaria de Saúde, policias civis da unidade irmã do BOA, o Carcará PCMG (sob o comando do Agente Carlos Victor Teixeira), e do Batalhão de Radio Patrulhamento Aéreo da PMMG (Btl RpAer), na pessoa de seu comandante, tenente-coronel PMMG Ledwan Salgado Cotta. Militares do BOA que se destacaram no último ano receberam condecorações, e o mais novo comandante de aeronave do BOA, o capitão BM Cléber Antônio Penido Prado Jr, recebeu sua promoção e placa comemorativa destacando o helicóptero AS 350 B2, utilizado pela unidade desde a sua criação.

























AeroCounter